terça-feira, 10 de abril de 2012

Pousos




Pousa
sobre
a pegada
deixada
na areia
como equação
numa lousa
Que o sangue
na veia
seja canção
de um peito
que bate
como um sino
entoando um hino
de pura paixão!

Um comentário: