domingo, 27 de maio de 2012

Servir!



Que o meu
coração
não canse
de servir!

Para isso
foi feito
e colocado
dentro do peito
com este
compromisso:
então, que dê um jeito
e, ao menos nisso,
seja perfeito
e não se canse
de servir!

Há sempre
alguém
a quem servir
um sorriso
sem motivo,
a quem estender
um olhar
compreensivo,
a quem abraçar
sem ao menos
precisar tocar!

Então,
que o meu coração
não canse
de servir!

E que possa
servir com paixão,
cumprindo sua missão
sem se omitir!

Pois para isso
foi feito
e colocado
dentro do peito!


Então,
que meu coração
esteja sempre
a serviço,
que servir
possa manter
o seu viço,
até que algum enguiço
o faça parar e partir!

Recanto da Transfiguração


E levando-os
até um ponto mais afastado,
Ele transfigurou-se
diante deles...

E ao seu lado
estavam crianças,
cujo brilho resplandecia
como o sol...

Ao seu lado
estavam pessoas,
se doando
e se espelhando
em seu Amor!

Ao seu lado
estava a realidade
de alguém
que não se limitou
a sonhar!

Ao seu lado
estavam muitos...

Aqueles que tinham fome,
os que choravam e sofriam,
os que eram mansos,
os puros de coração,
os pacificadores...

E todos
os que ali estavam
puderam ver
e sentir sua presença!

Depois deixaram
aquele local,
com o coração
saltando de felicidade...

E eis que aquele local
era conhecido
como o Recanto
da Transfiguração!

Sempre que te encontro Senhor




Sempre que te encontro, Senhor,
na boca de alguém com sede,
nos olhos de alguém com fome,
no sono de alguém na rede,
no rosto de alguém sem nome...

Eu provo o teu Amor,
sinto o teu Amor,
eu vivo o teu amor,
sempre que te encontro,
Senhor...

Sempre que te encontro, Senhor
num semelhante meu,
divina humanidade do Amor,
imagem e semelhança de Deus!

Sempre que te encontro, Senhor,
no medo de alguém que cala,
no sonho de alguém que canta,
nos erros de alguém que fala,
nos frutos de alguém que planta ...

Eu provo o teu Amor,
sinto o teu Amor,
eu vivo o teu amor,
sempre que te encontro,
Senhor...

terça-feira, 22 de maio de 2012

22 de Maio, dia do Abraço!



Hoje é o Dia do Abraço!
Você já parou pra se perguntar
sobre o poder que um abraço tem?
Falo aqui do abraço de alma,
não necessariamente físico!
Abraçar é estar ligado e, de alguma forma,
transformar isso em manifestação!
Há o abraço amigo, o abraço cúmplice,
o abraço carnal, o abraço livre!
Fisicamente, para abraçar,
é preciso abrir os braços,
é preciso se desinstalar, acolher!
Conceitualmente,
abraçar é transformar braços
em portas que se abrem
simplesmente para demonstrar
que alguém é bem vindo,
que pode se aquecer
com nossa energia,
que pode se abandonar
em nosso bem querer!
Há formas de se abraçar
com o olhar, com o silêncio,
com as mãos!
Há formas de se abraçar
com um simples gesto de atenção!
Lembranças podem ser abraços!
Canções podem ser abraços!
Poesias podem ser abraços!
Sonhos podem ser abraços!
22 de Maio é o Dia do Abraço!
Ei você, você já abraçou alguém hoje?

Quem sabe algum exemplo?



Guarde
no peito
minha
lembrança
e no leito
guarde
meu abraço!

Não tive
a pretenção
de ser
um laço,
ninguém
prende ninguém
sem ser vilão...

Guarde
nos olhos
algum beijo
e nas mãos
guarde apenas
meu olhar...

Não tive
a intenção
de censurar,
ninguém
salva ninguém
sem ser herói...

Guarde
no tempo
meu cansaço,
e algum exemplo
faça passo,
naquilo que for
sua melhor direção!

Não tive
a intenção
de te guiar,
ninguém
segue ninguém
sem ter razão...

Sem receitas



Me diga
em qual prateleira
tem o livro
com a receita
da felicidade
plena...

Ser feliz
é entender
que pra valorizar
o sabor
do vinho
é preciso,
antes,
entender
o buquê!

Então
por favor
me diga,
me mostre
o caminho,
o título,
a poesia,
a canção,
o rito,
a paixão,
a alegria,
capaz de
transformar
o melhor
sorriso
num estado
de ser...

Imagina
como seria
viver
eternamente
sorrindo
sem experimentar
a esperança,
a dúvida,
a lágrima,
o medo,
o segredo,
a dor,
a saudade,
o amor!

Sim,
porque ser feliz
é entender
que pra saborear
o perfume
da flor,
é preciso,
antes,
sangrar
com seu
espinho
e tingir
sua pétala
de cor!
 

Não deixe que te façam isso!



Não,
não deixe
que te façam
desacreditar
do compromisso
de ser você!

Não deixe
que te façam
isso!

Não deixe
que te mudem,
porque seu bem
mais valioso
é o valor do bem
em você!

Não,
não deixe
que te façam
desistir
nem que consigam
te fazer
perder o viço
de ser!

Não deixe
que te façam
isso!

Não deixe
que te transformem,
que te façam
baixar o escudo
simplesmente
passe por tudo
como se nada
atingisse você!

Não,
não deixe
que te façam
omisso!
Você seria
só mais um
assumindo-se
postiço!

Não deixe
que te façam
isso!

Eu acredito
em você!

 

sábado, 19 de maio de 2012

Templo de lembranças



Se,
quando voce acordar
não me encontrar
mais em sua vida

Não,
não vá chorar,
tente lembrar
das coisas
mais queridas!

Se,
o tempo passar
e entre as curvas da vida
a lágrima cair...

Não se culpe
pare pra pensar
tente não parar
há uma estrada
pra seguir!

E nas esquinas
dos sonhos
ruínas podem
se erguer
e a gente pode
marcar
pra se rever!


Baile dos Poetas



Imerso
num universo
onde o poema
é o inverso
do problema
miro a realidade
com um verso
e atiro!
Depois
me retiro
pro jardim
das verdades!
Quais são
elas mesmo?
Se estou
submerso
num universo
paralelo
me diga
que encontrou
um elo,
ou então
peça pra tocarem
"Beatles"
num violoncelo,
quem sabe
dá liga?
Depois,
enquanto
me disperso,
vendo passar
o carro na frente
dos bois,
tomo um trago
de sonetos
faça um afago
nos títulos
desafetos
enquanto
os sonhos
namoram
as fantasias!                                                                                                          



Galope de poema



Sobre
algum poema
no galope
de um tema
vento
no cabelo
e o sentimento
é um novelo
a se desfazer
na poeira
da estrada!
Rima encontrada
no desencontro
da sina...
Uma cilada,
uma ironia fina
ou uma piada?

Sobre
alguma poesia
no trote
que me desafia
lento
seja um selo
ou um juramento
a se esquecer
numa beira
de escada!
De cima. tudo é nada
De baixo, nada combina...
Uma mancada,
uma antiga ruína,
abandonada!

Centro de Girassol



Vejo em seu olhar
ondas de mar
a se banhar
de sol!

Centro
de girassol,
seguindo a luz
na diração do céu!

Vejo além do olhar
além do mar,
um horizonte
em paz!

Traz
de além do azul,
um lar, uma ponte,
pra encontrar a paz!

Dias inesquecíveis! (uma encomenda de Leco Maia)



Um dia de Luz,
um dia de estar ao “léu”,
a fé que se faz canção,
canção que se faz mulher...
Mulher que nos dá a vida
e faz da música uma oração
na direção do céu!
Tudo é azul!

Almoço é comunhão,
um brinde ao bem querer,
família é celebração,
é festa de Deus em você!
Encontro de gerações,
paixões a se completar
amor em recordações
pra gente se alimentar!
Vermelho é emoção!

Da mesma foz se faz,
a turma tricolor,
somos a voz do amor,
na paz do campeão!
Saudade de um lugar,
tempo bom que ficou,
vontade de ficar,
viagem que restou...
Branco de paz e amor!

A Donna da noite e do dia!

http://youtu.be/rFWbjz02OCQ

A Donna da noite tinha o verão no nome! 
Sua voz quente, incendiava as pistas, 
mas geralmente começava suave 
como as folhas do outono dançando no ar... 
Uma grande artista! 
Donna criou um estilo, marcou uma época, embalou fantasias.
Viva, foi uma verdadeira diva! 
Agora se eterniza em nossas lembranças felizes! 
Ela meio que nos avisa que a vida é exatamente 
preciosa como a última dança, 
quem sabe qual será a última chance 
de chamar o amor pra seu par e se jogar? 
No embalo da Donna da noite, 
o dia chega, como chegará o dia de cada um de nós! 
Que aprendamos com a dona de tanta alegria e elegância 
a chamar, em nosso dia a dia, a felicidade pra dançar! 
Last Dance!
Let's Dance! 
Com lágrimas de saudades ou com um sorriso no rosto, 
quem sabe até com os dois, vale muito a pena aproveitar a chance,
lembrar de algum lance, quem sabe um antigo romance
e curtir com ela este momento fantástico! 
Nossa mais verdadeira homenagem, esta noite!
Uma última dança, com Donna Summer!

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Na direção dos olhos de Deus




Lá fora o sol
faz o mundo laranja
e pede pra uma nuvem
dar uma canja
dançando
no horizonte!

Lá fora o sol
de repente arranja
nuances de cores tão leves
parece que ele esbanja
matizes tão breves
inesgotável fonte!

Mas dentro de nós
o show continua
enquanto lá fora
o sol vira lua
e a noite solta
sua voz
cantando
na rua,
nós somos nós,
entrelaçados
na foz
de um rio
 de luz...

E se os laranjas
viram azuis
e o vento bagunça
a sua franja,
meus olhos conduzem
os seus
na direção
dos olhos
de Deus!

Silêncios




Talvez não seja
preciso falar
o que meu olhar
grita em silêncio!

Mas preciso falar
que talvez não seja
hora de te revelar
tudo que ainda não veja!

Não posso ficar mudo
depois do seu silêncio...
Não consigo me fingir
de surdo!

Não posso calar tudo
fazer da frase silêncio...
Não consigo encobrir
o absurdo!

Talvez não seja a hora de falar
bem na hora em que esteja
pronta pra falar!

A fala nem sempre cala fundo
mas a sala do mundo
exala uma voz
sem que você veja!

A homogeneização da translucidez tricolor (como diria um certo torcedor do Bahêa, ex ministro da cultura)



É impressão minha ou Salvador amanheceu mais azul hoje?

Pode ser um engano, mais o céu está mais vivo, o mar mais brilhante, os olhares mais felizes, os sorrisos mais leves, como se uma imensa onda houvesse beijado a cidade, limpando as ruas, banhando as praças, recuperando uma graça que andava perdida, nos desvarios de uma política devassa...

Só eu estou sentindo ou a cidade hoje está mais vermelha?

Uma imensa maioria parece ainda mais apaixonada, honra e alma também lavadas, orgulho de uma nação em festa, resta no ar o doce perfume da conquista, como nas velhas lavagens de escadarias baianas, uma década insana faz parte do passado, deixada de lado, como um despacho mal sucedido numa esquina!

É delírio meu ou a Soterópolis amanheceu abraçando o branco da paz?

Uma história incontestável fez as pazes com suas glórias e, finalmente, as coisas voltam a ser como sempre foram... E o equilíbrio volta, trazendo uma paz interior tão intensa, que nem as ofensas de quem anda por aí “vice”jando sonhos são capazes de perturbar...

É...
Um tapete azul, vermelho e branco trouxeram um tipo de homogeneização da translucidez tricolor para a cidade...
E parece que ele se estende por todo o Estado, num eco que traduz o estado de graça de ser Bahia!

As coisas nos seus devidos lugares!



Somos da turma tricolor
Sim, esta mesma, única, inigualável, vibrante, que faz carnaval fora de época, com o branco da paz, o vermelho da paixão e o azul da eternidade!
Somos a voz do campeão
Uma voz sempre presente, na alegria e na tristeza, no desafio ou na certeza, na fé, no tropeço,na alegria e na beleza de dizer Bahêeeeeeea!
Somos do povo o clamor
“Sabe, eu sou Bahêêa, com muito orgulho, com muito amor!”
Ninguém nos vence em vibração
“Shalaialaiá, Shalaialaiá, Shalaialaiá...”
Vamos avante esquadrão
Uma força maior, que contagia, que invade a alma, que inebria o corpo, que faz de um jogador comum, um super-homem!
Vamos, serás o vencedor
Sim, por que esta é sua história, conquistar títulos, ganhar, vencer!
Vamos conquistar mais um tento
Goooooooooooooooool!!!! Goooooooooooooooooooollll!
Bahia, Bahia, Bahia
“BBMP!!!!”
Ouve essa voz que é teu alento
A voz de uma nação que ensina um país a torcer em paz, com fé, uma nação que reza junto, que emociona, que canta junto, que chega junto, que joga junto...  
Bahia, Bahia, Bahia
Mais que um time, mais que uma camisa, mais que uma bandeira...
Mais um, mais um Bahia
Somos um coração pulsando, de uma gente festeira, de uma arquibancada guerreira, que faz poesia ao torcer por seu time!
Mais um, mais um título de glória
Somos primeira! Somos Campeões! Somos quase uma cidade inteira feliz, humana, verdadeira, na arte de domar leões...
Mais um, mais um Bahia
Somos paredão, caveirão, somos Falcão! Somos pura emoção!Somos anjo Gabriel, somos Fahel, somos Tite e Rafael, somos Gerley, Hélder e Lulinha, somos Madson, Morais e Diones, somos Fabinho, Vander e tantos outros nomes...
É assim que se resume a tua história
“O campeão voltou!”, o jejum acabou e, agora Bahia, é só alegria!!!!

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Seca!


O sol está aí
do jeito
que você
queria
Mas logo ali
transformou rio
em leito
secou o que
não devia!

A chuva
que você
não quis
não muito
longe
faria tanta
gente feliz!

Lá,
que é quase
perto,
nesse deserto
de alegria,
cinza de nuvem
é tudo o que
se queria!

Gota
pra matar
a sede!
Pingo
pra tomar
um banho!
E de segunda
a domingo,
aplacar
fome e calor
que não tem
mais tamanho!

E enquanto
os corações
vão secando
meus olhos
inundando
de tanto dó
vão vendo
a água secando
se transformando
em mágoa
se revertendo
em pó!

Preso em si mesmo



Do tempo
das frases tortas
das crases mortas
ouso escrever
algum poema
capaz de abrir portas
descongestionar aortas
desanuviar dilemas!

Mas tudo vai depender
de como é que você vai ouvir
o que eu quero dizer...

Tudo vai depender
de como você vai interpretar
o que acaba de ler!

Do tempo
dos torpedos vários 
dos segredos solidários
ouso escrever
esta poesia
quem sabe para abrir as algemas
e desqualificar os problemas..

Mas tudo vai depender
de como é que você vai ouvir
o que eu quero dizer...

Tudo vai depender
de como você vai interpretar
o que acaba de ler!

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Cristão


Estendo
o tapete
da amizade
com o sorriso
do olhar!

Dentro
de alguém
pode ser inverno
e eu posso ser abrigo
se nevar!

Ofereço
o licor
do bem querer
com o abraço
da poesia!

Fora
de mim
pode ser o inferno
e se eu for
um pedaço de céu
alguém
pode se salvar!


Sobre os vagalumes


Não quero
te fazer chorar
mas um dia
vou ter
que te dizer adeus
quando meu tempo
chegar!

Não quero
te fazer fazer sofrer
mas uma hora dessas
vai ter
que me dizer a Deus
quando meu barco
zarpar!

Tudo é tão claro
quando os vagalumes
se encontram...

Uma lágrima
pode ser um oceano
onde os vagalumes
se encantam...

O mito da aparência

http://www.youtube.com/watch?v=R5zow_MncnQ&feature=share

Enquanto gira
o mundo disco,
quem se toca, pira
com a quantidade
de risco
que a vida tira
da sua lira,
enquanto
a gente se vira
traçando
nosso próprio
rabisco
entre a madrugada
e a tarde...

Seres incompletos,
anteprojetos,
repletos de
inconscistências,
com nossos dejetos
de incoerências
a poluir as cidades
e as verdades!

No entanto
a gente gira
e o nosso mundo
é a mira
do olhar
mais vagabundo,
andrajos
de amor e de ira
farrapos
de espíritos imundos...

Num beco
sem saída
de nossas favelas
todas as mazelas
reunidas
querem dar um jeito
de entrar na festa
com o traje
mais perfeito
com o andar
mais adequado...

Secos,
ainda nos iludimos,
cultuamos
aparências,
dedicando
nossa clemência
ao que nos
parece bonito...
E, assim,
perdemos de vista
o infinito...
Assim,
nos perdemos
no infinito!

Sorriso de Olhar



Quem guia
seus passos?
Quem molda
os abraços
que a vida te dá
enquanto você
teima em não
perceber...

Basta querer
ser feliz
para ser
para ter
um sorriso
que diz
a cada segundo
que vale viver!

Quem tosa
seus sonhos?
Quem pesa
seus ombros
só pode te atingir
se você
teima em
não crescer...

Basta querer
ser feliz
para ter
como ser
o sorriso
que diz
pra todo mundo
que vale viver!

Não desista
de acreditar!
Não insista
em deixar-se
agredir...
Vale a pena
sorrir com o olhar,
vale olhar para a vida
e sorrir!